Compactação de biomassa vegetal visando à produção de biocombustíveis...


23-11-15 Biomassa

O objetivo do presente trabalho foi avaliar briquetes produzidos a partir de casca de café, serragem de eucalipto e resíduos da colheita do milho, e a influência do tempo após a compactação em algumas propriedades dos briquetes. Após a biomassa ser previamente seca em estufa, os briquetes foram produzidos em uma briquetadeira laboratorial, à temperatura de 120±5ºC e pressão de 15 MPa. Determinaram-se a densidade a granel e o poder calorífico das biomassas in natura.

Após a compactação, avaliou-se a influência do tempo sobre a umidade, a expansão volumétrica e a densidade aparente dos briquetes. A partir dos resultados obtidos, pode-se observar que a casca de café moída apresentou o maior valor médio para densidade a granel. Estatisticamente, as biomassas analisadas apresentaram o mesmo poder calorífico superior.

O efeito do tempo após a compactação da biomassa foi significativo para a umidade em base seca e densidade aparente para todos os briquetes produzidos. Os briquetes produzidos a partir dos resíduos da colheita do milho apresentaram acentuada expansão volumétrica. Quanto à resistência à tração por compressão diametral, os briquetes de casca de café apresentaram o maior valor.

Os resultados encontrados reforçam a potencialidade de utilização energética dos briquetes oriundos da compactação da casca de café.

Baixar Artigo Completo

Vídeos

Ver Mais
  • Abertura Expoforest 2018
    Abertura Expoforest 2018
  • Forest Class Cursos Online
    Forest Class Cursos Online
  • A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
    A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
  • Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…
    Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…