Custo de produção das biomassas de eucalipto e capim-elefante para energia


28-10-15 Biomassa

A biomassa vem adquirindo uma importância estratégica para o suprimento de energia em vários países, especialmente da União Européia. Portanto, a estimação do seu custo de produção é crucial para saber até qual nível pode ser uma fonte confiável, segura e accessível de energia.

Nesse estudo, objetivou-se estabelecer o custo de produção da unidade energética gerada pela biomassa do eucalipto (Eucalyptus sp.), em diferentes tratamentos silviculturais, e pela biomassa do capim-elefante (Pennisetum sp.), e aplicar uma análise de sensibilidade para verificar as influências de fatores como o tratamento silvicultural do eucalipto, a produção volumétrica de cada espécie, o custo da terra e a taxa de juros nos custos de produção analisados.

Foi demonstrado que o tratamento do eucalipto em plantio adensado e em curtíssima rotação de dois anos, com reforma do povoamento a cada seis anos, teve um custo médio de produção (CMPr) superior ao sistema convencional com rotação a cada seis anos e reforma aos 18.

Observou-se, também, que o eucalipto apresenta, em média, um CMPr de R$ 4,41/Gj, inferior ao do capim-elefante, que, em média, é de R$ 5,44/Gj, mesmo com a capacidade que o último tem de produção anual superior de matéria seca.

O capim-elefante tem a possibilidade de competir com o eucalipto quando um conjunto de condições se forma como taxa de juros igual ou superior a 8% a.a., preço da terra elevado e volume do capim-elefante igual ou acima de 35 toneladas de matéria seca por hectare por ano.

Baixar Artigo Completo

Vídeos

Ver Mais
  • Abertura Expoforest 2018
    Abertura Expoforest 2018
  • Forest Class Cursos Online
    Forest Class Cursos Online
  • A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
    A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
  • Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…
    Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…