MAPEAMENTO DA FREQUÊNCIA DE USO E CARACTERÍSTICAS DA BIOMASSA FLORESTAL...


27-04-18 Biomassa

A região de Lages, Santa Catarina, tem sua economia baseada na indústria de base florestal, principalmente de transformação primária, que é caracterizada pelo baixo rendimento e grande produção de resíduos, o que causa problemas ambientais, logísticos e financeiros. A utilização destes resíduos em sistemas de cogeração tem sido uma alternativa economicamente rentável, desde o ano de 2005, no local de estudo. O objetivo deste trabalho foi realizar um mapeamento da frequência de uso e disponibilidade dos resíduos de biomassa florestal utilizados na operação de uma planta de cogeração, entre 2005 e 2009, em Lages, Santa Catarina, bem como avaliar a qualidade energética deste combustível. Foram utilizados os dados do controle de qualidade mensal das propriedades energéticas da biomassa usada na geração de energia, no período de 2005 a 2009. Os resíduos foram caracterizados segundo a frequência de análises de cada
tipo de biomassa e em função do teor de umidade, teor de cinza, poder calorífico superior e líquido, para a caracterização energética. O resíduo com maior disponibilidade foi a casca de Pinus, porém, os mais eficientes energeticamente foram o cavaco com casca de Pinus e a mistura de todos os resíduos usados nos sistemas de geração de energia.

Baixar Artigo Completo

Vídeos

Ver Mais
  • Abertura Expoforest 2018
    Abertura Expoforest 2018
  • Forest Class Cursos Online
    Forest Class Cursos Online
  • A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
    A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
  • Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…
    Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…