Produtividade de clones de eucaliptos em diferentes sistemas de manejo...


04-11-15 Bioenergia

A região do polo gesseiro do Araripe, em Pernambuco, é a maior produtora de gesso do Brasil, e tem como principal fonte energética para produção de gesso a lenha proveniente da Caatinga, que por sua vez não oferece material lenhoso suficiente para atender à demanda energética da indústria do gesso, resultando em desmatamentos que comprometem a sustentabilidade da região. Uma opção para atender essa demanda é a implantação de florestas de rápido crescimento.

Objetivou-se com este trabalho avaliar o desenvolvimento volumétrico de três clones de Eucalyptus spp. conduzidos sob os sistemas de manejo de alto fuste e de talhadia, plantados no espaçamento 3m x 2 m.

O experimento foi implantado na Estação Experimental do Instituto Agronômico de Pernambuco, em Araripina, PE. Foram mensuradas altura e circunferência a 1,30 m do solo de todas as árvores a cada seis meses nas idades de 24 a 42 meses, e os volumes foram calculados considerando-se um fator de forma de 0,51.

Os dados foram avaliados por análises multivariadas de medidas repetidas. O clone C39 (híbrido de E. urophylla, cruzamento natural) foi o mais produtivo nos dois sistemas de manejo.

Baixar Artigo Completo

Vídeos

Ver Mais
  • Abertura Expoforest 2018
    Abertura Expoforest 2018
  • Forest Class Cursos Online
    Forest Class Cursos Online
  • A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
    A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
  • Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…
    Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…