BNDES lança nova linha para Eficiência Energética


13-10-15

Boa notícia para o setor sucroenergético e demais setores industriais que consomem biomassa para energia. O BNDES acaba de lançar nova linha de financiamento para apoiar projetos que visem a redução do consumo de energia ou aumento da eficiência do sistema energético nacional. A novidade é que agora existe uma linha específica para o financiamento de projetos de retrofit das unidades de cogeração.

A nova linha, denominada FINEM – Eficiência Energética, possui as mesmas condições de financiamento da linha existente para projetos de cogeração Greenfield, chamada FINEM – Geração de Vapor e Energia Renovável. São elas: taxa de juros composta por TJLP mais 1,2% ao ano (remuneração BNDES) mais taxa de risco do projeto, definida caso a caso; e alavancagem máxima de 70% dos itens financiáveis. O prazo total do financiamento é flexível e será determinado pelo BNDES em função da capacidade de geração de fluxo de caixa do projeto e da capacidade de pagamento do tomador. Outra inovação é a redução do valor mínimo de financiamento para acessar a linha, de R$20 milhões para R$5 milhões por projeto.

Apesar do cenário macroeconômico adverso e de políticas operacionais de crédito mais restritivas por parte do BNDES, as condições desta nova linha de financiamento estão dentre as mais competitivas atualmente disponíveis. Logo, pode ser uma oportuna alternativa para viabilizar projetos de redução de custos via aumento de eficiência e/ou redução de consumo energético para o setor industrial brasileiro.


  • Eduardo Tobias Ruiz

    EDUARDO TOBIAS RUIZ

    Diretor da CELA - Clean Energy Latin America. Mestre em Agroenergia pela FGV, ESALQ e EMBRAPA e autor do livro "Análise de Investimento em Projetos Greenfield de Bioenergia".

CONFIRA TAMBÉM...