Encontro de Variedades traz novas tecnologias, mostra que o manejo é essencial para se obter alta rentabilidade

Encontro de Variedades traz novas tecnologias, mostra que o manejo é essencial para se obter alta rentabilidade


01-10-15 Biomassa

O Centro de Convenções de Ribeirão Preto recebeu, nos dias 23 e 24 de setembro, o 9º Grande Encontro sobre Variedades de Cana-de-açúcar do Grupo IDEA. Com um público de cerca de 500 pessoas, o evento contou com palestras dos grandes especialistas em manejo varietal e variedades de cana, além do compartilhamento de experiências bem sucedidas de alguns dos maiores grupos sucroenergéticos do país.

"Este evento superou todas as expectativas, principalmente na parte técnica", destaca o engenheiro agrônomo Dib Nunes, diretor do Grupo IDEA – empresa organizadora do Encontro. "Tivemos a presença dos maiores especialistas em variedades de cana-de-açúcar, de pesquisadores dos quatro programas de pesquisa e de profissionais de grandes grupos brasileiros do setor sucroenergético: São Martinho, Pedra, SJC, Guarani, além da NovAmérica, que compartilharam no evento a experiência destas empresas na área de variedades", acrescenta.

O 9º Grande Encontro de Variedades também foi espaço para divulgação de tecnologias e conceitos pelas empresas de agroquímicos. Tanto que o primeiro dia do evento foi marcado pela apresentação do Programa de Eficiência Agronômica, da Syngenta; os resultados da aplicação do Ethrel, da Bayer CropScience; o conceito do Atrium, da UPL; os benefícios do Centurion, da Arysta; e resultados obtidos com o Riper, da Ihara. Além disso, a NexSteppe apresentou no evento o sorgo Malibu, como opção de matéria-prima para o início de safra.

NOVAS VARIEDADES.

No Encontro, o diretor do Centro de Cana IAC (Instituo Agronômico), Marcos Landell, apresentou os ganhos de produtividade da nova geração de variedades do programa na região Centro-Sul. Segundo ele, ainda há pouca adoção de novas variedades de cana-de-açúcar, o que se deve ao aumento do plantio mecanizado, que diminuiu a taxa de multiplicação. "Porém, se pegarmos as três usinas campeãs de produtividade, segundo levantamento do Grupo IDEA, vemos que todas utilizam materiais mais recentes", diz. Outro programa de pesquisa, a CanaVialis/Monsanto, fez no evento um apanhado do desempenho comercial das variedades CV.
No evento, o pesquisador Roberto Chapola, do Programa de Melhoramento Genético de Cana-de-açúcar da RIDESA UFSCar (Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroenergético/ Universidade Federal de São Carlos) fez convite para um Encontro Nacional que a Rede irá promover em Ribeirão Preto no próximo dia 25 de novembro. Na ocasião, a instituição irá lançar 16 novas variedades, além de comemorar os 45 anos das Variedades RB e os 25 anos da RIDESA. Chapola também defendeu no evento a utilização de variedades resistentes para o controle das doenças da cana, como mosaico, carvão e as ferrugens alaranjada e marrom. Ele ainda apresentou o censo varietal 2015 que a RIDESA realizou nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

O 9º. Encontro também foi palco do lançamento de duas novas variedades do CTC (Centro de Tecnologia Canavieira), que foram apresentadas pelo gerente comercial da empresa, Luiz Antonio Dias Paes: CTC SWEET 9005HP (hiperprecoce) e CTC POWER 9004M (restritiva). Os novos materiais marcam uma nova família de classes para as variedades comerciais do CTC. Todas as variedades da empresa, tanto as antigas como as novas, se enquadrarão nas novas famílias, que são: CTC SWEET (Variedades com foco no ATR); CTC POWER (Variedades com foco na produtividade); e CTC VALUE (Variedades balanceadas, com foco em ATR e produtividade).

MANEJO.

"Além da liberação de novas variedades, altamente adaptadas a solos de menor fertilidade, tivemos análise de desempenho dos materiais comerciais e um reforço de manejo interessante das variedades liberadas nos últimos quatro anos", relata Dib.

O Encontro também foi marcado pela discussão de temáticas inéditas, como a evolução que as variedades tiveram nos últimos anos. Quais características as variedades realmente evoluíram nos últimos 15 anos? Essa questão foi analisada por Renê Sordi, do Grupo São Martinho, relatando resultados possíveis de serem obtidos em áreas comerciais por meio dos Programas Mais Sacarose e Mais Produtividade, criados pela Consultoria do Grupo IDEA. "Ele deixou claro que orientações e novidades apresentadas por consultorias podem ser implementadas em cada unidade."

Na palestra "Avaliação do Manejo Varietal Praticado nas Usinas do Centro-Sul", Dib deu dicas de como enfrentar as atuais dificuldades e elevar a produtividade do canavial, somente com a gestão estratégica de variedades (manejo). "Apresentei maneiras de se elevar a produtividade, além de melhorar o teor de sacarose, usando algumas técnicas e procedimentos operacionais. Com as novas variedades e também com os materiais mais antigos e de alta performance, é possível atingir produtividade acima de 90 t por hectare, em cinco cortes e em ambientes C, D e E."

Todos os participantes do 9º. Grande Encontro sobre Variedades de Cana-de-açúcar poderão baixar as palestras do evento a partir do site do Grupo IDEA: www.ideaonline.com.br, a partir desta segunda-feira, dia 28 de setembro.

Grupo IDEA

CONFIRA TAMBÉM...


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ver Mais

Vídeos

Ver Mais
  • Abertura Expoforest 2018
    Abertura Expoforest 2018
  • Forest Class Cursos Online
    Forest Class Cursos Online
  • A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
    A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
  • Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…
    Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…