Fibria projeta expansão da unidade de Três Lagoas durante ABTCP

Fibria projeta expansão da unidade de Três Lagoas durante ABTCP


08-10-15 Florestal

A Fibria marca presença no 48º Congresso e Exposição Internacionais de Celulose e Papel, principal evento latino-americano do setor, organizado pela Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (ABTCP), que termina nesta quinta-feira, 8, no Transamérica Expo Center, em São Paulo (SP).

No estande da empresa, os visitantes poderão conhecer um pouco mais sobre o Projeto Horizonte 2, que trata da ampliação de sua unidade de Três Lagoas, no Estado do Mato Grosso do Sul. A nova linha de produção terá capacidade de 1,75 milhão de toneladas de celulose por ano. Somada à atual, já em operação, a fábrica sul-mato-grossense chegará a uma capacidade total de 3,05 milhões de toneladas/ano, transformando-se em um dos maiores sites de produção de celulose de eucalipto do mundo. Com isso, a capacidade total de produção da Fibria, considerando-se todas as suas unidades, passará dos atuais 5,3 milhões de toneladas de celulose/ano para mais de 7 milhões de toneladas de celulose/ano. A operação da nova linha industrial tem previsão de se iniciar no quarto trimestre de 2017.

"A ampliação da unidade de Três Lagoas é um marco na história da companhia, que retoma a vocação de crescimento da Fibria. E a exposição da ABTCP é uma excelente oportunidade de expormos o Projeto Horizonte 2 para toda a nossa cadeira de clientes, parceiros e fornecedores", afirma o presidente da Fibria, Marcelo Castelli, que estará presente no 3º Encontro Painel Florestal de Executivos, no dia 28 deste mês em Brasília.

Um dos maiores investimentos privados no Brasil com foco em exportação, o valor do projeto Horizonte 2 soma US$ 2,5 bilhões. Ao longo dos dois anos de execução das obras, estima-se que serão criados 40 mil empregos diretos e indiretos. Durante o pico, serão cerca de 10 mil trabalhadores. Quando entrar em operação, a nova linha de celulose da Fibria terá 3 mil postos de trabalho, entre diretos e indiretos.

Para a execução do Projeto Horizonte 2, a Fibria já fechou a contratação de importantes pacotes de serviços: infraestrutura, gerenciamento das obras, pátio de cavacos, linha de fibras, máquina de secar, caldeira de recuperação, evaporação, caustificação, forno de cal, válvulas, turbogeradores e todo o sistema de transmissão e distribuição de energia. A companhia também já conta com contratos assinados para os pacotes de Ilha de Águas, Planta Química, Prédios Temporários e de Gerenciamento da Central de Serviços Administrativos.

"É com muito orgulho que apresentamos, durante a exposição da ABTCP, os diferenciais competitivos e de sustentabilidade do Projeto Horizonte 2. O novo parque industrial terá processos produtivos modernos, com toda a energia consumida gerada na própria fábrica a partir de biomassa resultante do processo industrial. O uso eficiente dos recursos hídricos na futura fábrica e o acesso à madeira, com uma distância média da floresta de apenas 95 quilômetros, são outros pontos que destacam a expansão da unidade de Três Lagoas", explica Paulo Silveira, diretor Executivo de Indústria e Engenharia da Fibria e membro do Conselho Diretor da ABTCP.

Fibria no prêmio Destaque do Setor 2014.

A Fibria é vencedora do prêmio anual Destaques do Setor 2015, promovido pela ABTCP, em duas categorias: “Fabricante de celulose de mercado” e "Desenvolvimento florestal". A premiação será realizada durante o tradicional jantar de confraternização dos profissionais do setor de celulose e papel, no segundo dia do evento.

Painel Florestal

CONFIRA TAMBÉM...


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ver Mais

Vídeos

Ver Mais
  • Abertura Expoforest 2018
    Abertura Expoforest 2018
  • Forest Class Cursos Online
    Forest Class Cursos Online
  • A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
    A Tractebel Energia é a maior geradora privada de energia…
  • Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…
    Produzir e comercializar produtos com alta tecnologia…